Blog do Lacy, 10 anos no ar! Lima Campos, passa aqui!

terça-feira, 1 de abril de 2014

POEMA POR NONATO BERTOLDO


AS LAGRIMAS QUE ARDEM
A água que correm nos olhos
Não é a que passou na ponte
A que sai dos olhos como dói 
Diferente da que sai na fonte

Água que tá na fonte é suave
Alegra-te muito o seu paladar 
Tem um gosto mais maleável 
Que te entusiasma para amar

A água que sai dos teus olhos
Apimentada tem gosto azedo 
Parece uma mistura com óleo
Da tortura te deixa com medo

Sei! Lagrimas secam depressa
Não é como água de uma fonte
Água que sai da forte refresca 
A lagrima desilude o horizonte.

Nonato Bertoldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário